Os Esquimós!

Os Esquimós!

2 setembro, 2019 | Nenhum comentário

Um grupo que desperta muita curiosidade nos países em torno do círculo polar ártico são os esquimós! Eles são povos que vivem na Sibéria e em outros países com frios extremo, usam roupas de pele de animais virada para dentro para se protegerem do frio e se organizam em comunidades onde a humildade predomina. Aprendem desde cedo a viver em conjunto para sobreviver. As mulheres cuidam das vilas enquanto os homens viajam por comida.

São poligâmicos, ou seja, quanto mais posses o homem tiver mais mulheres pode ter. Os homens emprestam as mulheres aos visitantes para dormirem, para que possam se aquecer. Suas crianças são extremamente importantes, pois acreditam que são a reencarnação de seus antepassados.

O famoso“iglu” significada casa, e apesar do de gelo ser o mais conhecido, o de madeira é o mais comum. Os de gelo são feitos geralmente durante as viagens de caça e pesca. Pelas situações extremas que são expostos são nômades, estão sempre mudando em prol da sobrevivência.

Para construir o iglu, o esquimó usa neve retirada do fundo das camadas de gelo, o corta com uma faca em blocos que precisam ter um encaixe perfeito para proteção dos ventos do ártico. Os blocos são montados em espiral e assim vai formando o iglu.

 Incrivelmente o gelo é um excelente isolante térmico, segura o calor 100 vezes mais que o alumínio. Um esquimó experiente pode construir um iglu de neve muito depressa, entre uma e duas horas.

Outra característica interessante dos esquimós são seus ritos. Eles acreditam na reencarnação, por isso e pelas condições extremas em que vivem, os anciões quando não podem mais trabalhar, nem ajudar na luta pela sobrevivência são levados para morrerem em paz.

Algumas de suas ações podem ser vistas como cruéis para nós, porém é importante observar que por estarem permanentemente expostos à condições extremas, eles tem consequentemente que tomar decisões extremas. Não o fazem por maldade, mas por crenças e pelas condições em que vivem. 

Nós falamos muito da educação multicultural, e expor um povo como os esquimós nos mostra mais uma vez a importância do não julgar, sempre se colocar no lugar do outro e observar que existem várias formas de existências no mundo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *