A França e a Autoestima

A França e a Autoestima

19 fevereiro, 2018 | 2 comentários
Categoria: Sem categoria

Os franceses sentem muito orgulho de sua origem e professam um enérgico nacionalismo. Sentem um grande amor por sua nação, elemento fundamental para a sua identidade. Este amor associa-se a uma grande autoestima em relação a seu povo e a seu idioma.

Autoestima

A autoestima é a percepção que o indivíduo tem de si próprio e o conceito que forma de si. Um autoconceito mal formado gera insegurança e baixa autoestima.

A baixa autoestima é uma característica das pessoas que se sentem inadequadas para enfrentar os desafios da vida, não acreditam em seus potenciais, na sua capacidade de aprender e de dar resposta às questões da vida. Esses indivíduos tem uma imagem negativa de si, estrutura emocional pouco sólida, o que gera o pessimismo e sucessivas situações de fracasso.

O indivíduo com autoestima tem confiança na sua capacidade de pensar, na habilidade de se dar conta dos desafios básicos da vida e no direito de vencer e ser feliz, nas suas aspirações, nos seus sonhos, que influenciados pela motivação o faz capaz.

Uma criança com autoestima não se deixa frustar pelos desafios da vida, ela tem uma atitude de persistência para alcançar o sucesso desde cedo. Elas tentam e falham, tentam de novo e falham, até conseguirem seus objetivos, criando um idéia positiva de suas próprias capacidades. Vão dessa maneira criando um autoconceito saudável, conseguindo enfrentar os desafios da vida de forma positiva.

Uma criança com a autoestima saudável é capaz de aprender com mais facilidade, se relacionar bem com as pessoas, desempenhar suas funções com confiança e competência

Como estimular a autoestima nas crianças?

É importante que pais e educadores criem um ambiente favorável para que as crianças descubram o que tem de bom e as ajudem a reconhecer suas qualidades.

Abaixo vamos dar algumas dicas para desenvolver a autoestima das crianças:

  1. Elogiar a criança pelo esforço, não apenas pelo resultado
  2. Respeite a criança, nunca a rotule no negativo
  3. Escute o que ela tem a dizer
  4. Nunca a compare com outra criança
  5. Dar independência e capacidade de decisão
  6. Realçar os aspectos positivos da criança
  7. Não desestimular novos desafios
  8. Dar responsabilidades adequadas para cada faixa etária, como por exemplo organizar brinquedos
  9. Ensinar a criança a aprender com seus erros de forma positiva.
  10. Não criticar a criança, mas sim seu comportamento.
  11. Ser carinhoso e mostrar que se importa



2 respostas para “A França e a Autoestima”

  1. Suzana disse:

    Poxa vida que site legal esse. Quanto conteudo de qualidade . Abraço e sucesso. Continue sempre assim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *